Arnaldo Dumont Villares
Arnaldo Dumont Villares nasceu em Ribeirão Preto em 20 de Setembro de
1888, filho de Guilherme Villares e Virginia Santos Dumont, irmã de Alberto
Santos Dumont.
Casou-se, em 1912, com Laura Lacaze Ramos de Azevedo, filha de Francisco
de Paula Ramos de Azevedo, com quem teve os filhos Arnaldo Villares, Alfredo
Villares e Lucia ​Villares de Azevedo Oliveira.
Estudou na Escola Prudente de Moraes (São Paulo) e no
Kelly College (Devon)Inglaterra Formando-se engenheiro civil e elétrico na Crystal Palace Engineering

School em Londres em 1908. 

Trabalhou para a Siemens & Schuckert na Alemanha e de volta ao Brasil no início da década de 1910 associou-se ao
Escritório Técnico F.P. Ramos de Azevedo, Severo ​&​ Villares Cia. Ltda., onde atuavam Ramos e seu tio Ricardo Severo, passando a dirigi-lo entre 1940-1965.
Sob sua direção o escritório destacou-se na construção de arranha-céus
art déco de inspiração nova-iorquina, como o Edifício Azevedo Villares,
sito à Rua do Tesouro, n. 23, na esquina com a Rua 15 de Novembro.
Foi membro do Instituto de Engenharia de São Paulo, da Sociedade Cultura
Anglo-Brasileira, diretor do Teatro Municipal de São Paulo, entre 1911-1936 e,
diretor da Companhia de Melhorias da Cidade de São Paulo (Cia. City) entre
1922-1936. Foi presidente, diretor, superintendente e professor do Liceu de
Artes e Ofícios de São Paulo entre 1940-1944, embora tenha acompanhado os
trabalhos da escola até sua morte em 1965.
O Coworking EAV nasce do despertar encontro da necessidade de interagir novos talentos no campo de jornalismo, mídia, artes e arquitetos.